Inteligência artificial tenta prevê o futuro das grandes cidades

0

As recentes mudanças do setor automobilístico como a automação e a relação da população com seus automóveis estão fazendo com que a maneira que essas novidades vão mudar as cidades e o futuro das empresas sejam discutidas.

O debate foi um dos destaques no CES, que com a transferência do Salão de Detroit para junho passou a ser o principal evento do setor no começo do ano.

Empresas como Toyota, Hyundai e Ford voltaram sua atenção para as cidades com inteligência artificial e análise de dados com o objetivo de tentar prever como será sua adaptação ao futuro.

O City Insights Platform, projeto da Ford que está funcionando em Ann Arbor, no Michigan, já está em ação.
Mesmo possuindo a maior rede de transporte público do estado, a cidade ainda não consegue atender todos os seus 120 mil habitantes. Apesar de possuir apenas 1% da população paulista, a cidade enfrenta problemas relacionados a estacionamento, trafego e locomoção devido ao crescimento alarmante de seus habitantes no decorrer dos últimos 20 anos.

A plataforma, que foi criada devido a união da Ford com o Instituto de Pesquisa do Trânsito da Universidade de Michigan, tornou possível a criação de um modelo preditivo para visualizar os congestionamentos do próximo dia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies